Empresas investem cada vez mais em segurança patrimonial

As principais tendências são a gravação de imagens na nuvem e o desenvolvimento de softwares que acrescentam inteligência aos sistemas de videomonitoramento

A segurança patrimonial é totalmente voltada à prevenção e redução do risco de perdas de bens, seja de um negócio ou residência. A empresa de segurança que presta esse serviço realiza uma série de procedimentos que protegem eficazmente o patrimônio.

Daí a importância da segurança patrimonial: evita-se a perda do investimento em equipamentos, máquinas, eletrônicos e demais bens, o que é fundamental principalmente quando esses itens possuem alto valor agregado.

Para proteger tais bens, o serviço de segurança patrimonial oferece soluções integradas, que potencializam a proteção da empresa ou residência. Uma dessas soluções é a instalação de equipamentos de videomonitoramento com gravação da nuvem ou em servidor local

A empresa de segurança também pode instalar um sistema de proteção perimetral, abrangendo alarmes infravermelhos, cercas elétricas, luzes automáticas ou câmera de vídeo com inteligência embarcada capaz de detectar a invasão ou evasão de locais monitorados, inibindo assim ações criminosas.

Wagner Figueiredo, diretor da Ausec, empresa de automação e segurança, explica que “ao contratar o serviço de segurança patrimonial, você terá um trabalho sério de análise do risco e, a partir disso, devem ser apresentadas sugestões que serão analisadas sob os aspectos operacionais e financeiros”.

A principal tendência é o desenvolvimento de softwares que acrescentam inteligência aos circuitos de videomonitoramento. Essas novidades são reforçadas pela transição das câmeras analógicas para as câmeras IP, que são conectadas à internet com conexões para áudio e alarme.

De acordo com Wagner, com o auxílio de softwares e algoritmos, esses equipamentos são capazes de detectar qualquer comportamento fora dos parâmetros preestabelecidos pelos clientes.  “A partir da identificação de qualquer exceção à regra, as câmeras podem - entre outras ações - emitir um alerta de atenção para uma central remota de monitoramento. Já existem ofertas disponíveis para que o cliente acesse em tempo real as imagens por meio de smartphones e tablets. Ao mesmo tempo, os sistemas permitem a gravação remota, o que evita a perda das imagens em caso de destruição ou captura das gravações no local pelos criminosos”, conclui.